Início

Últimas notícias

sábado, 16 de outubro de 2010

Vanderlan e Ernesto apoiarão Íris no segundo turno

Durante evento em Goiânia nesta quinta-feira (14), o atual governador goiano, Alcides Rodrigues (PP), acompanhado pelo ex-candidato Vanderlan Cardoso (PR) e seu grupo político, declarou apoio ao candidato do PMDB ao governo, Iris Rezende. O peemedebista disputa o segundo turno eleitoral contra Marconi Perillo (PSDB).
Com a aliança, os partidos que apoiam o presidente Lula em Goiás se unem, após terem disputado o primeiro turno com duas candidaturas, a de Vanderlan e a de Iris. O ex-candidato do PR ficou em terceiro lugar nas urnas, conquistando cerca de 16% dos votos.
Após apoiar a candidatura de Vanderlan no primeiro turno, Alcides explicou que a decisão só veio após uma conversa que teve com oito dos nove partidos que apoiaram a coligação do ex-candidato do PR: PSC, PSDC, PTN, PRP, PDT, PP e o próprio PR. O PSB, posteriormente, firmou apoio à chapa de Íris sendo o oitavo partido.
Para Alcides, nem a falta de afinidade histórica entre seu partido PP e o PMDB foi considerado um obstáculo no surgimento da nova aliança. "No Brasil, nós temos momentos decisivos e históricos, onde os partidos ficam em segundo plano. É o que ocorre aqui neste momento em Goiás", disse. "Neste momento, nós estamos com aquele que é o melhor candidato para Goiás, com sua experiência, com zelo pela coisa pública".
O atual governador afirmou que todo o grupo político da aliança com Iris vai percorrer o estado pedindo votos para o peemedebista. "Não vou ficar em cima do muro, assim como Vanderlan também não", reforçou.
Iris Rezende, por sua vez, ressaltou a importância dos novos apoios. "É o momento alto da campanha", qualificou. "Tudo isto representa um reforço extraordinário neste projeto. Estou certo de que, aqui e agora, já partimos para a consolidação de uma das históricas vitórias de Goiás no próximo dia 31 de outubro".
O candidato do PMDB afirmou que o presidente Lula foi peça importante na composição da frente de partidos que o apoiam neste segundo turno. "Todo mundo contribuiu. O presidente Lula, trazendo tranquilidade ao governo de Goiás na solução de um problema que se arrastava há muito tempo", disse, se referindo à negociação de um empréstimo da Companhia Energética de Goiás (Celg).
Em um momento de aproximação com o Estado, o governo federal autorizou na quarta-feira (13) um empréstimo de R$ 3,7 bilhões da Caixa Econômica Federal para Goiás sanar as dívidas da Celg. Segundo Alcides, a negociação da coligação não teve componente político. "Conversamos sobre a Celg. O assunto político não foi tocado, mas nós sabemos da simpatia que o presidente tem pela candidatura de Iris", disse.
Segundo Iris, o interesse demonstrado por Lula por Goiás deu ao presidente "condições de pedir com mais ênfase ainda a nossa eleição para governador".
Apesar da formalização da coligação, uma parte do grupo que apoiou Vanderlan no primeiro turno garantiu apoio ao adversário tucano Marconi Perillo. O candidato do PSDB recebeu na quarta a adesão do vice-governador, Ademir Menezes (PR), que tem militância forte na cidade Aparecida de Goiânia, administrada pelo ex-governador de Goiás, Maguito Vilela (PMDB). Além disso, Perillo já contava com o apoio, desde o último sábado (9), de Abelardo Vaz (PP), coordenador político da campanha do ex-candidato.

Fonte: Porta "Terra"
Matéria copiada do site: http://noticias.terra.com.br/eleicoes/2010/noticias/0,,OI4735283-EI15324,00-GO+Alcides+e+Iris+consolidam+frente+lulista+no+turno.html
Matéria adaptada pelo blogueiro.

Nenhum comentário:

Postar um comentário