Início

Últimas notícias

terça-feira, 17 de agosto de 2010

Pesquisa Ibope aponta Marconi na liderança

Saiu mais uma pesquisa eleitoral na internet, desta vez foi publicada pelo site "votebrasil.com". Trata-se da pesquisa da instituto Ibope encomendada pela TV Anhanguera (afiliada da Rede Globo no estado de Goiás). Confira abaixo a matéria na íntegra:


O candidato do PSDB ao governo de Goiás, senador Marconi Perillo, lidera a corrida eleitoral no Estado, segundo levantamento feito pelo Ibope. De acordo com a pesquisa estimulada, o tucano registrou 45% das intenções de voto e abriu uma vantagem de 11 pontos em relação ao segundo colocado, o ex-prefeito de Goiânia Iris Rezende, que alcançou 34%.


Vanderlan Cardoso (PR) aparece em terceiro lugar com 5% das intenções de voto e Marta Jane (PCB) e Washington Fraga (Psol) não chegaram a 1%. Brancos e nulos somam 4% e 11% dos entrevistados não sabem em quem votar.

Marconi lidera também na pesquisa espontânea (28%), com 8 pontos porcentuais à frente de Iris (20%). O candidato do PR, Vanderlan Cardoso, obteve 3% e os votos de Marta Jane (PCB) e Fraga (Psol) totalizaram 1%. Já os eleitores indecisos chegam a 44% dos entrevistados e votos brancos ou nulos, 3%.

No quesito rejeição, Marconi e Iris estão praticamente empatados tecnicamente: Iris aparece com 20% e Marconi tem 17%. Em seguida, aparecem Marta Jane e Fraga, com 13% de rejeição cada, e Vanderlan, com 12%, configurando também um empate técnico.



Senado

Na pesquisa de intenção de votos para o Senado, os candidatos à reeleição Demóstenes Torres (DEM) e Lúcia Vânia (PSDB) lideram a disputa. O candidato do DEM tem 43% das intenções de voto, diante de 36% da tucana. Na terceira posição está Pedro Wilson (PT), com 16%. Os candidatos do PP, Paulo Roberto Cunha, e do PMDB, Adib Elias, aparecem tecnicamente empatados na quarta posição, com 7% e 6%, respectivamente.

A pesquisa encomendada pela TV Anhanguera, de Goiânia, foi realizada entre os dias 10 e 12 de agosto e ouviu 812 eleitores em todo o Estado. A margem de erro da pesquisa é de 3 pontos porcentuais. O levantamento foi registrado no Tribunal Regional Eleitoral (TRE) sob o número 35.731/2010.



Presidenciáveis

Em sondagem de intenção de votos realizada pelo Ibope em Goiás, a candidata do PT, Dilma Rousseff, tem 43% das intenções de voto e está 11 pontos à frente do candidato do PSDB, José Serra, que aparece com 32%.

A senadora Marina Silva (PV), alcançou 8% das intenções de voto, Plínio de Arruda Sampaio (Psol) e José Maria Eymael (PSDC), 1% cada e os demais candidatos não atingiram 1% dos votos no levantamento. Os indecisos somam 12% e brancos ou nulos 3%.

Na pesquisa espontânea, Dilma também lidera com 31% das intenções de voto, José Serra apresentou 17% e Marina Silva, 4%. Indecisos somam 43% e brancos ou nulos 2%. Os demais candidatos somados tiveram 2% dos votos, segundo o Ibope.

A pesquisa encomendada pela TV Anhanguera, de Goiânia, foi realizada entre os dias 10 e 12 de agosto, e ouviu 812 eleitores em todo o estado. A margem de erro da pesquisa é de 3 pontos porcentuais. O levantamento foi registrado no Tribunal Regional Eleitoral sob o número 35.731/2010.


Autora da matéria: Mirelle Irene

Fonte da matéria: http://www.votebrasil.com/noticia/regional/ibope-aponta-marconi-com-45-em-goias-iris-tem-34

terça-feira, 10 de agosto de 2010

Nova pesquisa eleitoral Grupom/Rádio 730

Pesquisa Grupom/Rádio 730 divulgada nesta segunda-feira (9) mostra Marconi Perillo (PSDB) na liderança das intenções de voto no levantamento estimulado e também no espontâneo. A pesquisa entrevistou 1.002 eleitores entre os dias 1 e 5 de agosto de 2010.


Segundo o cenário estimulado do instituto, Marconi Perillo está na frente com 46,8% das intenções de voto. Em segundo aparece Iris Rezende (PMDB) com 37,5%. Vanderlan Cardoso (PR) obteve 8,1%. Apontaram o nome de Marta Jane 0,3% dos eleitores, enquanto Washington Fraga (PSOL) alcança 0,2%. Os indecisos na estimulada são 5,1% e os votos nulos e brancos somam 2%. Em relação aos últimos números, Marconi mostra crescimento. Ele passou de 45,4% para 46,8%.

No levantamento espontâneo - em que o eleitor pesquisado tem de apontar seu candidato sem o auxílio da cartela com o nome dos candidatos -, o tucano segue na frente. Neste cenário, Marconi tem 25,3%, Iris alcança 21,3% e Vanderlan possui 5,7%.

Nos cenários simulados de segundo turno, Marconi venceria tanto Iris quanto Vanderlan se as eleições fossem hoje. No cenário em que o candidato do PSDB enfrenta com Iris, o tucano tem 50,2% contra 41% do peemedebista. No cenário entre Marconi e Vanderlan, o atual senador teria 65,9% contra 19,1% do ex-prefeito de Senador Canedo.


Dados da pesquisa Grupom

Período da coleta: 01 a 05 de agosto

Contratante: Rádio 730

Registro da pesquisa: TSE - 21925/2010 de 02/08/2010

TRE - 34586/2010 de 02/08/2010

Tamanho da amostra: 1202 entrevistas

Margem de erro estatístico: +/- 2,8%

Confiança: 95%


Característica

A amostra é representativa dos eleitores do estado de Goiás. Foram selecionados probabilisticamente os bairros, setores censitários, quarteirões e domicílios por meio do método Probabilidade Proporcional à População (PPP), tomando como base o número de eleitores do estado.

A seleção dos entrevistados nas residências foi feita utilizando-se quotas proporcionais em função das variáveis sexo e faixa-etária de acordo com o cadastro do TSE (sítio), referentes à julho de 2010.
 
Fonte: http://anapolitica.blogspot.com/2010/08/marconi-diferenca-aumenta.html

terça-feira, 3 de agosto de 2010

Situação dos candidatos ao Senado nas pesquisas em Goiás

Pesquisando a internet sobre informações relacionadas aos candidatos ao Senado Federal obtivemos algumas notícias importantes. Confira abaixo as matérias que circulam nos principais veículos de informação do estado e do Brasil:

Matéria de 3 de agosto,

Abid patina e não deslancha. Demóstenes e Lúcia Vânia comemoram

Pesquisa divulgada ontem pelo Instituto Serpes mostra que o candidato ao Senado pela coligação Goiás Rumo ao Futuro Adib Elias (PMDB) não conquistou, até o momento, os eleitores do Estado. Segundo a quarta rodada do levantamento, Adib aparece com 3% das intenções de voto.

Adib minimiza o resultado e diz que focará a campanha em eleitores indecisos. “É um cenário positivo para nossa candidatura, pois aponta que quase 88% dos eleitores goianos ainda não escolheram seus candidatos para o Senado.” Esse número de indecisos faz parte da pesquisa espontânea, em que os entrevistados escolhem o candidato sem a presença de uma lista.
Candidato da outra vaga ao Senado pela mesma coligação, o deputado federal Pedro Wilson (PT) acredita que os eleitores terão melhores condições de definir o voto após o início da propaganda eleitoral gratuita em rádio e TV. Assim, eles poderão comparar as propostas dos candidatos. “A grande questão da política é o verbo comparar. Comparar virtudes, defeitos, currículo, projetos, feitos. É o acesso do eleitor à cada candidato.” Nesta rodada do levantamento, Pedro aparece com 12,6% das intenções de voto, uma melhora de 1,5 ponto em relação à pesquisa anterior.
Os candidatos à reeleição ao Senado pela coligação Goiás Quer Mais, Demóstenes Torres (DEM) e Lúcia Vânia (PSDB), que continuam à frente na pesquisa, explicam que os números são reflexo da campanha realizada até o momento. “Fico feliz por ter merecido a confiança dos eleitores e vou continuar trabalhando para continuar dessa forma”, completa Demóstenes. O senador explica: de acordo com a metodologia da pesquisa, que entrevistou 1.001 pessoas, “podemos chegar a 50% dos votos”.
Além disso, ele disse que contribuiu para o resultado a movimentação do candidato ao governo Marconi Perillo (PSDB), que seria eleito no primeiro turno (leia mais na mesma página). Demóstenes foi citado por 27,3% dos entrevistados, uma queda de 0,3 ponto percentual em relação à pesquisa anterior.
Lúcia diz que os números são o resultado de uma “agenda forte em que oferecemos propostas sérias aos eleitores”. A senadora tucana considera o resultado como reflexo do momento e que a “estratégia da coligação tem dado certo”. Na pesquisa divulgada ontem, Lúcia diminuiu a diferença entre Demóstenes para 4,5 pontos percentuais, sendo citada por 22,8% dos eleitores. A senadora apresentou uma melhora de desempenho de 1,2 ponto.
Candidato pela coligação Goiás no Rumo Certo, Paulo Roberto Cunha (PP) explica que “a pesquisa tem indicativo mais especulativo do que eleitoral”. Para ele, no momento as pessoas respondem pelo conhecimento que têm dos candidatos. “Tem 10 dias que meu nome está sendo apresentado, quando comecei a campanha para valer.”
No levantamento, ele foi citado por 5,2 dos entrevistados, uma queda de 0,2 ponto percentual em relação à rodada anterior. O cantor sertanejo Renner (PP), outro candidato ao Senado pela mesma coligação de Paulo, não foi encontrado pela reportagem. Renner foi citado por 1,5% do entrevistados, aparecendo em penúltimo na corrida ao Senado. Na pesquisa espontânea, Renner não foi lembrado pelos entrevistados.
Candidato pela coligação Goiás Pra Você, Não Pra Eles, Elias Vaz (PSol), citado por 3,1% dos entrevistados, alega que o mês de julho não “entra em conta para a campanha”. Elias também declarou que vai focar nos indecisos e nos eleitores de Goiânia: “é onde as pessoas me conhecem mais”.

Fonte: http://site.dm.com.br/noticias/politica-e-justica/adib-patina-e-nao-deslancha-demostenes-


Matéria de 25 de julho,

Demóstenes Torres e Lúcia Vânia mantêm favoritismo para Senado

O Instituto Ecope do Brasil, a pedido do Diário da Manhã, também ouviu os 6.470 eleitores sobre a preferência para candidatos ao Senado. Demóstenes Torres (DEM) e Lúcia Vânia (PSDB), ambos candidatos à reeleição, foram os mais votados. Demóstenes, que na rodada de junho teve 40,8% das intenções de voto, agora aparece com 49,5%, aumento de 8,7%. Lúcia também cresceu. A tucana tinha na última sondagem 31,9% e agora aparece com 46,2% das intenções de votos válidos, diferença de apenas 3,3% para Demóstenes.

Deputado federal, Pedro Wilson (PT) é o terceiro colocado com 18,3% das intenções; Paulo Roberto Cunha (PP) está em quarto lugar com 11,2%, seguido por Adib Elias (PMDB), que tem 5,4%. Elias Vaz (PSol) tem 5,2% das intenções de votos; Rubens Donizett (PSTU), 3,5%; o cantor sertanejo Renner (PP), 2,2% e Bernardo Bispo (PCB), 0,8%.
O número de indecisos com relação à candidatura ao Senado é grande. Nesta rodada, 17,2% dos entrevistados disseram que não sabem ainda em quem irão votar no dia 3 de outubro. Outros 7,5% disseram que não votariam em nenhum dos nomes apresentados na cartela. Nesta eleição, os eleitores precisam votar em dois candidatos para o Senado.
Por Márcia Abreu.

Fonte: http://site.dm.com.br/noticias/politica-e-justica/marconi-abre-20-pontos-de-vantagem

Situação dos candidatos ao governo do estado de Goiás nas pesquisas

Em pesquisa realizada na internet conseguimos extrair diversas matérias sobre as situações dos candidatos à vaga de governador do estado de Goiás nas pesquisas eleitorais de diversos institutos. Confira abaixo as principais matérias sobre o assunto abaixo com suas respectivas fontes e datas de publicação:


Matéria do dia 02 de agosto,

GO: pesquisa mostra Marconi Perillo à frente de Íris Rezende

GOIÂNIA - A quarta pesquisa de intenção de votos do Instituto Serpes publicada no jornal O Popular, de Goiânia, confirma nesta segunda-feira, em levantamento estimulado, a vantagem na disputa para o governo do Estado do candidato do PSDB, Marconi Perillo, com 46,7% das intenções de voto. Perillo abre mais de sete pontos em relação aos principais adversários, Iris Rezende, do PMDB, com 39%, e Vanderlan Cardoso, do PR, com 5,5%. Os dois outros candidatos no pleito não passaram a barreira de um ponto percentual: Marta Jane, do PCB, teve 1%, e Washington Fraga, do Psol, 0,3%. Votos brancos e nulos somam 2,6%.

A margem de erro da pesquisa desta segunda, de 3,1 pontos percentuais, é a mesma do levantamento anterior do Instituto, publicado em 12 de julho, quando Marconi Perillo (PSDB) alcançava 46,1% das intenções de voto, diante de 39,3% do Iris Rezende (PMDB) e Vanderlan Cardoso, 6,5% das intenções de voto. A diferença entre a pesquisa anterior e a atual oscila dentro da margem de erro.
A novidade do levantamento é o empate técnico entre Iris e Marconi mostrado na pesquisa espontânea (quando o pesquisador não apresenta os nomes dos candidatos). O tucano tem 25,2% das intenções de voto, diante de 20,9% de Iris. Isso configura empate técnico porque a diferença entre eles é menor do que a soma das margens de erro de cada candidato. Além disso, a margem de eleitores indecisos em Goiás é grande, segundo o Serpes - 48,8% dos goianos ainda não sabem em quem votar.
A pesquisa, feita entre os dias 24 e 29 de julho, foi registrada no Tribunal Regional Eleitoral (TRE) sob o número 32740/2010 , e no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) com o número 20651/2010, ambas no dia 23 de julho.

Fonte da matéria: http://jbonline.terra.com.br/pextra/2010/08/02/e020822708.asp


Matéria do dia 25 de julho,

Marconi abre 20 pontos de vantagem
Pesquisa realizada pelo Instituto Ecope do Brasil/Diário da Manhã aponta o candidato da coligação Goiás Quer Mais, Marconi Perillo (PSDB), com 20,4 pontos percentuais de vantagem para o candidato da coligação Goiás Rumo ao Futuro, Iris Rezende (PMDB). O tucano tem 57,6% dos votos válidos, contra 37,2 % do peemedebista. Vanderlan Cardoso (PR), da coligação Goiás no Rumo Certo, aparece com apenas 4% das intenções. Washington Fraga (PSol) tem 0,4% e Marta Jane (PCB), 0,8%.

O Ecope ouviu 6.470 pessoas em 50 municípios goianos, incluindo Goiânia e Aparecida. A pesquisa estimulada mostra que Marconi venceria a eleição no primeiro turno. O instituto considerou votos válidos. Brancos e nulos são descartados sob o argumento de que a Justiça Eleitoral adota este mesmo critério na apuração das urnas. A margem de erro da pesquisa é de 1,5% para mais ou para menos. O levantamento foi realizado entre os dias 6 e 24 de julho.
A pesquisa mostra crescimento de Marconi em relação à última Ecope/DM, publicada em 20 de junho. Marconi também venceria no primeiro turno com 54,9% das intenções de votos válidos. Já Iris teve queda de 2,9%. O peemedebista tinha em junho 40,1% das intenções de votos (agora tem 37,3%). Quem também caiu foi o candidato da frente alcidista. Na última rodada, Vanderlan tinha 4,3%, agora tem 4%. O candidato do PSol foi outro que caiu 0,3%. Em junho, Marta Jane não aparecia porque não estava na disputa pelo Palácio das Esmeraldas.
A última pesquisa também foi realizada em 50 municípios goianos, entre os dias 2 e 18 de junho. A margem de erro foi de 2,7 pontos percentuais para mais ou para menos. A pesquisa de hoje foi registrada no Tribunal Regional Eleitoral (TRE) com o número 29080/2010.
O senador Marconi não lidera apenas nas pesquisas Ecope/DM. Todos os levantamentos feitos em Goiás até o momento mostram que o tucano tem boa vantagem em relação ao principal rival, Iris Rezende. Na última sondagem realizada pelo Instituto Grupom, em parceria com o Jornal Opção e Rádio 730, também em junho, Marconi tinha na estimulada sete pontos de vantagem (45,1 % a 37,7%) sobre Iris. Na rodada, Vanderlan teve seu maior índice: 7,1%, contra 1,7% de Enio Tatico (PRP) e 0,2% de Washington Fraga (PSol).
Por Márcia Abreu.
Fonte: http://site.dm.com.br/noticias/politica-e-justica/marconi-abre-20-pontos-de-vantagem


Matéria do dia 17 de julho,

Marconi reduz vantagem de Íris em Goiânia
O candidato da coligação Goiás Quer Mais, Marconi Perillo (PSDB) diminuiu a vantagem do candidato da coligação Goiás Rumo Futuro, Iris Rezende (PMDB), no principal reduto eleitoral do peemedebista: Goiânia. É o que mostra a nova rodada da pesquisa Ecope/Diário da Manhã, realizada entre os dias 7 e 10 de julho na Capital.

De acordo com o levantamento, Iris caiu 8,7 pontos percentuais em comparação à última rodada, realizada entre os dias 5 e 10 de junho. Antes com 58,2%, o peemedebista aparece agora com 49,5%. Marconi, por sua vez, apresentou oscilação positiva de 8,2 pontos percentuais, e subiu de 34% para 42,2%.
O candidato a governador da coligação Goiás no Rumo Certo, Vanderlan Cardoso (PR), caiu de 7,4% para 6,5%. Washington Fraga (PSol), que apresentou 0,4% na última rodada, não foi mencionado desta vez. Marta Jane (PCB), que estreia em pesquisas do Ecope, tem 1,8%.
O instituto leva em conta apenas os votos válidos, seguindo prática que a Justiça Eleitoral adota na apuração das urnas. Foram descartados, desta forma, votos brancos e nulos.
No último dia 11, o Instituto Serpes divulgou pesquisa em que Iris aparecia à frente de Marconi na Capital, com 46,6% das intenções de voto, contra 35,7% do tucano. Vanderlan, 12,7%. O Fortiori também analisou o comportamento dos eleitores de Goiânia este mês, e anotou o seguinte quadro: Iris 51,5%; Marconi 31,7%; e Vanderlan, 5,6%.
O Instituto Ecope ouviu 600 pessoas entre os dias 7 e 10 de julho. A margem de erro é de 2,7 pontos percentuais para mais ou para menos.
Por Alexandre Bittencourt.


Fonte: http://site.dm.com.br/noticias/politica-e-justica/marconi-reduz-vantagem-de-iris-em-goiani
 
 
Esta matéria foi publicada em 3 de agosto.